Tomada de Monte Castelo pela Força Expedicionária Brasileira - ESA - Escola de Sargentos das Armas Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

SEJA BEM-VINDO AO SITE DA ESCOLA DE SARGENTOS DAS ARMAS
Página inicial > Max Informa > Tomada de Monte Castelo pela Força Expedicionária Brasileira
Início do conteúdo da página
Tomada de Monte Castelo

Na Segunda Guerra Mundial, após o afundamento de navios mercantes pela marinha nazista, o governo brasileiro viu-se forçado a entrar em guerra com a Alemanha, antigo parceiro comercial. Foi organizada a Força Expedicionária Brasileira (FEB), que embarcou para a Itália a partir de junho de 1944.

A mais violenta batalha vivida pela FEB foi a conquista de uma elevação que dominava rotas terrestres importantes para os aliados: Monte Castelo. Entre novembro de 1944 e fevereiro de 1945, foram cinco ataques por tropas brasileiras e norte-americanas contra os adestrados defensores alemães. Além da presença de tropas alemãs veteranas, a topografia da região favorecia em muito os defensores. Somente no dia 21 de fevereiro de 1945, a FEB, comandada pelo marechal Mascarenhas de Morais, obteve a vitória. Quatrocentos e vinte e três combatentes brasileiros foram mortos, feridos ou aprisionados na difícil operação.

Alvorecer do dia 21 de fevereiro de 1945. A 1ª Divisão de Infantaria Expedicionária ocupa suas posições de ataque para tomar de vez o acidente geográfico de elevada importância, pois, conquistado, permitiria aos aliados prosseguirem em direção a Bolonha, o Monte Castelo. O Soldado brasileiro está pronto para fazer história.

Olhar penetrante focado na missão. Mãos firmes empunham seu armamento. Enquanto aguarda o momento de atacar, vislumbra o companheiro a seu lado. Sem trocar uma palavra, comunicam-se apenas pelo olhar: “Chegou a hora, irmão. Com fé na missão e a proteção de Nossa Senhora Aparecida, chegaremos ao topo do Monte”.

As granadas da Artilharia Divisionária tomam os céus da região, anunciando que a hora do ataque está prestes a chegar. A um comando, arranca fulminante, transpondo a linha de partida com ímpeto e coragem. Pelo fogo e pela baioneta, desaloja o inimigo, quebra-lhe a fúria e conquista o objetivo.

Foram necessárias 12 horas para expulsar os alemães e, junto a seus companheiros, hastear o Pavilhão Nacional no topo daquela mística elevação, consolidando de vez o prestígio da Força Expedicionária Brasileira(FEB) perante as tropas aliadas.

Muito além das horas acima catada para expulsar o inimigo,  foram os 227 dias desde a chegada das tropas brasileiras no teatro Italiano, e que após uma série de ataques ineficazes contra o exército alemão, que detinham vantagem estratégica no terreno íngreme, para que a FEB pudesse protagonizar uma das maiores conquistas de sua participação na 2ª Guerra Mundial.

A rotina desses destemidos heróis vinha marcada por combates extenuantes e adversidades causadas pelo rigoroso inverno europeu, seu maior inimigo. Mais que as intempéries, o terreno lamacento e escarpado impedia a utilização de meios blindados, e a batalha acabou se restringindo a ações da Infantaria, com o intenso apoio de fogo da Artilharia.

A conquista abriu caminho para que os aliados avançassem para o norte, contribuindo para a rendição alemã em maio de 1945

Todos esses fatos tornam memorável o feito dos Pracinhas, que souberam fazer frente à agressão de uma grande potência militar da época, enfrentando em inferioridade numérica e tecnológica o inimigo.

Relembrar essa jornada de combate no longínquo fevereiro de 1945, mais que nos conduzir a uma reflexão sobre um fato histórico, reverencia a bravura e o heroísmo dos brasileiros, além de homenagear o formidável patrimônio que nos legaram de generosidade, desprendimento, patriotismo, superação, persistência, solidariedade, destemor, renúncia, espírito de sacrifício e de verdadeiro amor ao Brasil.

Fontes:

- https://www.defesa.tv.br/21-de-fevereiro-tomada-de-monte-castelo-pela-forca-expedicionaria-brasileira/

- http://www.dphcex.eb.mil.br/images/PRVT/Cartilha-4---datas-histricas-representativas-para-o-EB-Verso-provisria.pdf

 

Foto: ESA - E5 - Fotocine

 Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

registrado em:
Assunto(s): monte , castelo , tomada
Fim do conteúdo da página